Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

ADVENTÍCIO

Divulgação de pesquisas e acontecimentos raros e estranhos

ADVENTÍCIO

Divulgação de pesquisas e acontecimentos raros e estranhos

contador

MULHER MAIS FEIA DO MUNDO

Lizzie Velasquez, de 23 anos, ficou famosa como “a mulher mais feia do mundo”. Apesar de fazer 60 pequenas refeições por dia, a americana de Austin (Texas) pesa apenas 26 quilos.

Ela sofre de uma doença rara, que afeta apenas outras duas pessoas no mundo. O organismo de Lizzie não consegue adquirir qualquer gordura corporal. Apesar de tanta magreza e de ter um sistema imunológico mais fraco do que o de uma pessoa comum, o quadro clínico da jovem é bom e ela leva uma vida praticamente normal.

Para manter o seu peso, a americana precisa de uma dieta diária entre 5.000 e 8.000 calorias. “Já visitei vários médicos diferentes durante toda a minha vida e, simplesmente, não há respostas”, disse ela ao “Telegraph”.

Lizzie afirmou, ainda, sentir alívio por não se parecer com uma bela celebridade: “Sinto-me realmente grata por não ser como essas celebridades que são bonitas, porque há muitos estereótipos associados a isso”.

Lizzie-3.jpg

 Apesar das piadas, ela garante que se sente bem (Foto: Reprodução/ Huffington Post)

PopAds.net - The Best Popunder Adnetwork

cemitério do diabo na Sibéria

Há um prado chamado "cemitério do Diabo" não muito longe da aldeia de Kova na região de Krasnoyarsk, na Rússia. Os prados são cobertos com restos de aves e animais que por algum motivo não se decompõem. Vegetação no prado é bastante escassa, galhos de árvores são queimadas, os animais não vivem aqui, e as pessoas que vieram ao prado desenvolveram dores de cabeça e ansiedade inexplicável. Eles dizem que a energia ruinosa do lugar tem algo a ver com a queda do meteorito de Tunguska.

Dentro de uma década, de 1980 até 1990, cerca de 75 pessoas que foram procurar o prado pereceram na taiga.Três grupos organizados desapareceram sem deixar rasto. Por exemplo, em 1992, um grupo de turistas da cidade de Nabarezhnye Chelny foram para taiga e nunca mais voltaram.
Nenhuma das expedições conseguiram chegar ao prado. Em mapas de vários pesquisadores ocasiões "marcado desapareceu.
Em 1991, uma expedição de ufólogos na cidade de Vladivostok partiu para a busca do Cemitério do Diabo. Um dos participantes, Alexander Renpel, descreve os acontecimentos:
"Minha mão congelou e bússola só apontava para o Norte . Pela tarde todos desenvolveram sensação de formigamento em seus corpos, algumas dores de dentes . Todo mundo notou a ansiedade crescente. Pouco depois de nove horas que nos aproximávamos do campo. Nosso rádio congelou, e voltamos. " 
 
Os membros do grupo de pesquisa fraterna "Fenômeno" enviou duas expedições à área do Cemitério do Diabo. Mas quando eles estavam prestes a chegar ao prado, o seu equipamento quebrou, e não correram o risco de avançar.
O líder da expedição Nikita Tomin diz: "Depois de caminhar dois quilômetros nesse sentido, nos deparamos com uma parte, caiu estranha estrutura situada no riacho. O exame mostrou que era um antigo moinho de água. Próximo a ele na neve, vimos vários pregos forjados típico para o início do século 20º . Encontramos também um par de pregos contemporânea, mas eles eram muito velhos, também. Obviamente, alguém tentou reparar o moinho de cerca de 30-50 anos.
"Parecia bizarro desde a vila mais próxima era cinco ou seis quilómetros de distância, ea fábrica foi construída no meio do mato. Provavelmente, as pessoas que moravam aqui pensei que era apropriado para construir a fábrica ali tantas pessoas da cidade não percebê-lo. Saímos da fábrica sozinha e começou a avançar até o córrego. Estávamos andando, olhando atentamente para as árvores com neve, tentando encontrar uma resposta a uma quebra de quase 100 anos de idade. Mas o silêncio triste da taiga era nosso companheiro. "
 
Tomin considera que as anomalias do Cemitério do Diabo estão conectados com a queda do meteorito de Tunguska.Em 1908, uma "estrela caiu do céu" e pastores foram procurá-la. No caminho, topou com uma área ardida em taiga com um buraco no meio não muito longe da estrada onde pastavam. A estrada foi movida mais tarde três quilômetros de distância, uma vez que temiam que o seu gado vagueie fora do Cemitério do Diabo e morrer caindo no buraco.Mas apesar disso tudo, as vacas continuaram a pastagem em lugares familiares e não evitam o Cemitério do Diabo. A mortalidade em massa do gado forçaram os habitantes de aldeias vizinhas Kostino, Chemba e Karamyshevo sair de lá. 
 
No final de 1920, um especialista em gado chamado Semchenko desenvolveu um interesse no prado. Ele jogou uma corda com uma carga no final no  buraco no centro do prado. A corda caiu várias dezenas de metros, mas nunca atingiu o fundo. Semchenko percebeu que estava apenas aves mortas perto do buraco, ea sua carne era de uma cor estranha roxa.
Há outra versão que explica esse fenômeno. Na década de 1980 Zhuravlev Victor, professor de física e matemática, um membro do Comitê de Meteoritos do Departamento Siberiano da Academia de Ciências da URSS, sugeriu que um fogo subterrâneo está queimando lentamente no Cemitério do Diabo. A fronteira do jazigo Tungus passa através desta região. Em caso de falta de oxigênio, a combustão do carvão é acompanhada pela emissão de gás incolor e inodoro monóxido de carbono que é tóxico para os organismos vivos. No entanto, esta teoria não explica o equipamento quebrado ou o desaparecimento dos mapas.

download.jpg

 

 

 

PopAds.net - The Best Popunder Adnetwork

Ilha das cobras no Brasil

A Ilha da Queimada Grande, também conhecida como Ilha das Cobras, fica em São Paulo, a 35 km do litoral. O acesso à ilha é proibido, restrito apenas a analistas ambientais e cientistas mediante autorização prévia. Até mesmo o desembarque na ilha é expressamente proibido pela Marinha do Brasil.

E não é à toa que a Ilha da Queimada Grande é chamada de Ilha das Cobras. Trata-se da ilha com o maior número de cobras, tendo cerca de 5 cobras por metro quadrado! É assustador! Além disso, não há mamíferos por lá... pode até ser que já existiram alguns ratos ou gambás em um passado remoto, mas com essa quantidade de cobras, a morte é só uma questão de tempo...

Como as cobras foram parar na ilha?

Acredita-se que a "Ilha das Cobras" tenha se formado há 55 milhões de anos, e que por muitos períodos, ela era ligada ao continente. Entre 10 mil e 12 mil anos atrás, quando terminou a última glaciação na Terra, por conta do aumento do nível do oceano, a área acabou sendo cercada pelo mar.

As serpentes da ilha, que provavelmente eram da mesma espécie do continente, ficaram ilhadas, e sem pequenos mamíferos pra caçar, precisaram se adaptar à vida em cima de árvores, afinal, a principal alimentação seriam as aves migratórias. Talvez seja por isso que o veneno da Jararaca-Ilhoa seja cerca de 5 vezes mais potente que o da Jararaca comum, pois se a peçonha não matasse a presa rapidamente, ela poderia voar e acabar caindo em uma outra área, impossibilitando a refeição.

cobra colorida.jpg

 

PopAds.net - The Best Popunder Adnetwork

Ilha de Ramree / Burma

a ilha de Ramree, em Burma, no sudeste asiático. Trata-se de um imenso pântano, infestado por mosquitos transmissores da malária e repleta de crocodilos gigantes. Durante a II Guerra Mundial, a ilha foi palco de uma batalha por seis semanas, e os relatos de soldados japoneses são macabros. Dos cerca de mil designados para o local, só 20 sobreviveram - os demais foram comidos.

mn_croc_attack_xtpe801.jpg

 

PopAds.net - The Best Popunder Adnetwork

Capela dos Ossos

A Capela dos Ossos é um dos mais conhecidos monumentos de Évora, em Portugal. Está situada na Igreja de São Francisco. Foi construída no século XVII por iniciativa de três monges que, dentro do espírito da altura (contra-reforma religiosa, de acordo com as normativas do Concílio de Trento), pretendeu transmitir a mensagem da transitoriedade da vida, tal como se depreende do célebre aviso à entrada: "Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos". A capela, construída no local do primitivo dormitório fradesco é formada por 3 naves de 18,70 m de comprimento e 11m de largura, entrando a luz por três pequenas frestas do lado esquerdo.

As suas paredes e os oito pilares estão "decorados" com ossos e crânios ligados por cimento pardo. As abóbadas são de tijolo rebocado a branco, pintadas com motivos alegóricos à morte. É um monumento de uma arquitectura penitencial de arcarias ornamentadas com filas de caveiras, cornijas e naves brancas. Foi calculado à volta de 5000, provenientes dos cemitérios, situados em igrejas e conventos da cidade. A capela era dedicada ao Senhor dos Passos, imagem conhecida na cidade como Senhor Jesus da Casa dos Ossos, que impressiona pela expressividade com que representa o sofrimento de Cristo, na sua caminhada com a cruz até ao calvário.

images.jpg

 ( fonte wikipedia )

PopAds.net - The Best Popunder Adnetwork

Suposto ovni

Suposto ovni faz disparar visualizações de vídeo da NASA

O vídeo de cinco minutos mostrava os astronautas a arranjar a Estação Espacial, no exterior, mas a imagem de um suposto ovni está a gerar muita curiosidade.

A NASA colocou o vídeo no You Tube e já tem mais de 200 mil visualizações. Os astronautas Reid Wiseman e Alexander Gerst estavam em plena missão na Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês) quando se vê algo que aparece ao fundo da imagem e que está a ser defendido como sendo um ovni.

A NASA remeteu-se ao silêncio, não comentando esta observação que está a gerar furor na internet.

ng3632645.jpg

 ( Segundo fonte DN Ciência )

 

PopAds.net - The Best Popunder Adnetwork

Ossuário de Sedlec

O Ossuário de Sedlec (checo: kostnice Sedlec) é uma pequena capela católica localizada abaixo da Igreja e Cemitério de Todos os Santos (checo: Hřbitovní kostel Všech Svatých) em Sedlec, um subúrbio de Kutná Hora, República Checa. Estima-se que o ossuário contenha entre 40,000 e 70,000 esqueletos, a maioria dos quais arranjados de forma a decorar e mobiliar a capela. O local está entre as atrações turísticas mais populares da República Checa, atraindo em torno de 200,000 visitantes por ano.

220px-Kostnice_Sedlec.JPG

 O interior da capela

PopAds.net - The Best Popunder Adnetwork

Catacumbas de Paris

As Catacumbas de Paris constituem-se em um ossuário subterrâneo localizado na cidade de Paris, França. As catacumbas foram organizadas em alguns setores do complexo sistema de túneis e cavernas existentes no subsolo de Paris, resultantes de séculos de exploração de pedreiras , desde o período de ocupação romana na cidade. Este sistema de túneis é oficialmente designado "Les Carrières de Paris" (As pedreiras de Paris ou Subterrâneos de Paris) e, embora o ossuário ocupe apenas uma parte dos túneis, todo o sistema é comumente conhecido como "As Catacumbas de Paris" e chega a 400 km de extensão.

A organização do Ossuário iniciou-se em 1785.

Desde o início do século XIX as Catacumbas de Paris estão abertas ao Público e constituíram-se em atração turística importante da cidade desde a organização das visitas em 1867.

Calcula-se que as Catacumbas de Paris contenham os despojos de 5 a 6 milhões de pessoas.

 

 

PopAds.net - The Best Popunder Adnetwork